quinta-feira, 7 de março de 2013

Canção da Lua (Měsíčku na nebi hlubokém) (da ópera "Rusalka")

Você que é uma princesinha (quer seja da Disney ou não) e se amarra nas histórias d' A Pequena Sereia (e as referências à mesma), com certeza você vai saber a respeito da ópera de Antonín Dvořák, Rusalka.
 
A ópera em três atos Rusalka é de 1900 e o libreto foi escrito por Jaroslav Kvapil. A ópera é muito linda, mas triste e um pouco sombria.
Rusalka é uma ninfa da floresta aquática que se apaixona pelo príncipe. Ele a ama muito e quer casar com ela. Mas ela é uma ninfa, enquanto ele é um ser humano. Rusalka quer ganhar a alma humana e ela visita a Feiticeira e grita por socorro. Mas a bruxa deixou para ela com um destino difícil - ela deve permanecer muda enquanto permanecer no mundo dos humanos. Rusalka segue o seu príncipe até seu castelo. Só que o príncipe se apaixona por uma princesa encantadora estrangeira e Rusalka, a futura noiva, percebe a ameaça para a sua felicidade. O príncipe vira as costas para ela. Ela não pode voltar para seus amigos no lago e é ameaçada com uma maldição eterna - ser uma sedutora que atrai gente para o lago. O príncipe começa a procurar Rusalka novamente e ele vem para o lago. Rusalka o leva em seus braços e com um beijo sai a vida dele. O Príncipe, no embrance de Rusalka, morre com felicidade.

A ária "Lua do céu profundo" (Měsíčku na nebi hlubokém) aparece no primeiro ato da ópera e é, naturalmente, cantado por Rusalka. E é essa canção da Pequena Sereia (como chamamos assim) que eu canto pra vocês, princesas!


CANÇÃO DA LUA (Měsíčku na nebi hlubokém)
Música e texto em tcheco: Antonín Dvořák
Libreto de Jaroslav Kvapil

Rusalka:
Měsíčku na nebi hlubokém,
světlo tvé daleko vidí,
po světě bloudíš širokém,
díváš se v příbytky lidí.
po světě bloudíš širokém,
díváš se v příbytky lidí.

Měsíčku, postůj chvíli,
řekni mi, kde je můj milý.
Měsíčku, postůj chvíli,
řekni mi, kde je můj milý?

Řekni mu, stříbrný měsíčku,
mé že jej objímá rámě,
aby si alespoň chviličku
vzpomenul ve snění na mne.
aby si alespoň chviličku
vzpomenul ve snění na mne.

Zasvet' mu do daleka, zasvet' mu,
řekni mu, řekni, kdo tu naň čeká!
Zasvet' mu do daleka, zasvet' mu,
řekni mu, řekni, kdo tu naň čeká!

O mně-li duše lidská sní,
at' se tou vzpomínkou vzbudí!

Měsíčku, nezhasni, nezhasni!
Měsíčku, nezhasni!


Tradução livre e modernizada:


Lua do céu profundo,
Sua luz de longe é vista da região.
Viaje através da vastidão do mundo
a observar os lares de muita gente.

Lua, fique aí parado só um instante,
Diz pra mim, diz: aonde anda o meu amor?

Diga pra ele, por favor, lua,
Que o abracei firme e forte
E que pelo menos neste momento
ele nem sequer se lembrou dos sonhos dele.

Ilumine aquele lugar distante, ilumine-o,
Diz pra ele, diz, que eis-me aqui esperando!

Caso a alma humana estiver sonhando comigo,
que a recordação dele force-o a despertar.

Lua, não suma, não suma!







Baixar Mp3 pelo 4shared


Baixar Mp3 pelo Mediafire


Baixar Mp3 pelo SoundCloud